Ampara Animais Silvestres - Melhores ONGs

Blog

Verão é época de pulgas?
By: Mídias Digitais
Tags:, ,
fev 7, 2021

Quem tem animal em casa, sabe: no verão é comum termos infestações por pulgas e carrapatos em nossos cães ou gatos. E por esta razão, os cuidados com a higiene do animal e do ambiente devem ser redobrados.

As pulgas, esses minúsculos insetos, pertencem à ordem Siphonaptera, que engloba diversos gêneros (existem cerca de 1.900 espécies conhecidas de pulgas no mundo) e parasitam as mais diversas classes de animais, como mamíferos, aves, etc.

As pulgas mais comuns no ambiente urbano são as dos gatos (Ctenocephalides felis), que também podem infestar cães; as dos cachorros (Ctenocephalis canis) que também podem infestar felinos; e a Pulex irritans – o nome já diz tudo – que tem como hospedeiro preferencial, os humanos.

As pulgas podem transmitir doenças como erliquiose, babesiose e, até mesmo, verminoses em cães e gatos, e causar alergias que podem ser de leves à graves, como a famosa DAPP (Dermatite alérgica por picada de pulgas), que pode causar extremo desconforto ao animal, causando coceiras e quedas de pelo, principalmente na região dorsal, perto da causa.

Por isso, é importante combatermos as pulgas e controlarmos novas infestações.  Mas o controle dos focos nem sempre é fácil e requer uma abordagem coordenada. Quando ocorre uma infestação por pulgas, somente 5% dos insetos se encontra no animal, os outros 95% estão no ambiente, em forma de larva, pupa ou ovo, e podem permanecer por meses.  Sendo assim, tentar controlar as pulgas somente eliminando aquelas que estão no pêlo dos cães ou gatos não vai funcionar.

Evite usar talcos anti-pulgas, pois os animais se lambem e podem se intoxicar, e evite usar produtos inseticidas que não sejam próprios para animais. CUIDADO!

Use somente produtos específicos para o controle de pulgas e carrapatos, seguros e indicados por veterinários, que possuam efeito residual e que ajudem a controlar, também, as pulgas que estão no ambiente.

Procure sempre orientação do seu veterinário e não deixe a infestação tomar conta de seu animal e de sua casa! Medidas simples podem ajudar seu animalzinho!