Blog

Quais as principais vantagens da adoção de cães adultos?
By: Carolina Ferraz
maio 28, 2014
adoção_caes_adultos
Está planejando adotar um cãozinho, mas só consegue pensar nos filhotes? Saiba que os cães mais velhos reúnem inúmeras vantagens sobre mais novos que merecem ser levadas em consideração antes de receber um bichinho em casa.
Filhotes são praticamente irresistíveis; “fofinhos, bonitinhos, atraentes e completamente encantadores”, brinca a veterinária Christiane Vaslin. Os cães com poucos meses de vida são a primeira opção para a maioria das pessoas que resolvem adotar um novo bicho de estimação. Porém, não são poucos os cachorros mais velhos que acabam sendo deixados de lado e muitos deles passam o resto da vida em abrigos voluntários, sem nunca terem descoberto a sensação de ter um lar.
Se você faz parte do grupo de pessoas que acredita que cachorros adultos ou mais velhinhos estão doentes ou sofridos demais para ganharem uma nova casa, saiba que está enganado; muitos abrigos estão cheios de cães crescidos que esperam pela chance de ter uma família. Descubra algumas vantagens em levar um cachorro mais velho pra casa na hora da adoção:
Cães adultos são mais econômicos
Se o orçamento anda apertado e a sua principal preocupação é que as despesas com o novo integrante da prole saiam mais caras que o previsto, saiba que a melhor opção, nesse caso, é adotar um cãozinho mais velho. “Em um cachorro adulto, a partir dos oito ou dez meses de idade, a vacinação já está completa, enquanto, com um filhote, os custos são bem maiores. Um cachorro novinho exige vitaminas, vermífugos, vacinas, entre várias outras coisas”, alerta Christiane Vaslin. A veterinária também lembra que várias instituições disponibilizam animais já castrados ou fazem o processo gratuitamente, caso seja do interesse do novo dono – ou seja: mais um gasto a se desconsiderar.
Filhotinhos dão trabalho redobrado
Filhotes são graciosos, animados, “fofinhos” e adoram uma bagunça! Eles precisam ser bem treinados para aprender o que é certo e errado, supervisionados o tempo todo para que um acidente mais sério não aconteça e repreendidos a cada vez que fizerem alguma coisa inconveniente. E é nesse quesito que, mais uma vez, os cães mais vividos saem na frente dos caçulas. Por já terem passado por essa fase, os cães adultos são, de modo geral, mais tranquilos, independentes, obedientes e já têm uma noção do que se pode ou não fazer dentro de casa.
O porte dos animais crescidos já foi definido
“Quem nunca conheceu alguém que quis comprar um poodle toy e acabou criando um cachorrão?”, divertiu-se Christiane. A veterinária fez questão de ressaltar que, mesmo quando opta-se por um cachorro de raça, muitas vezes o tamanho que o animal atinge acaba sendo diferente do esperado. “Quando você vai a um local de doação, pode observar o porte definitivo do animal para saber se ele se adapta à vida que você leva e ao local onde você mora”, ela completou. O mesmo ocorre com o comportamento do cão: “em uma ninhada de filhotes dá pra ver que um é mais bravo, outro mais animado, outro mais tímido e que tem um que perturba… Mas quase todos os filhotes fazem isso, todos brincam, todos pulam e fica difícil saber como eles ficarão depois que crescerem”, disse. “No cão adulto você pode olhar e perceber na hora qual comportamento mais te agrada”.
Cachorros mais velhos são mais fáceis de educar
Acompanhar o crescimento de um filhote é encantador, mas engana-se quem acha que cães mais velhos têm maior dificuldade de adaptação no novo ambiente. Por serem emocionalmente maduros e, muitas das vezes, já terem vivido em outros lares, esses cachorros acabam tendo uma capacidade de acomodação bem rápida ao ambiente e às crianças. “Mas isso muda um pouco quando lidamos com cachorros que já passaram por traumas”, ressalva Christiane. A doutora explicou que, nesses casos o início pode ser um pouco mais trabalhoso, mas nada que algumas doses de paciência e carinho não resolvam.
Cães adultos são extremamente gratos e fiéis
Um animal adulto que vem de um abrigo ou das ruas para uma nova família tem uma imensa gratidão para com o seu novo dono e as outras pessoas da casa que o recebeu. Ao contrário do que muitos acreditam, quando a mudança é para melhor, o cão aceita as modificações em sua vida facilmente e demonstra imensa gratidão – tornando-se fiel, obediente e carinhoso em pouquíssimo tempo. Portanto, antes de pensar que é difícil estabelecer vínculo com um animal que você não criou desde pequeno, experimente observar com mais atenção o comportamento de um cão mais velho que foi adotado por alguém que você conheça. Você irá se apaixonar.
Fonte: http://estilo.br.msn.com/caes/quais-as-principais-vantagens-da-ado%C3%A7%C3%A3o-de-c%C3%A3es-adultos