Ampara Animais Silvestres - Melhores ONGs

Blog

Pets e plantas em casa

É muito importante que todos que têm cães e gatos conheçam as plantas que podem causar intoxicação. Saber sobre estas plantas pode prevenir problemas sérios, inclusive mortes. Compartilhe esta informação com todos que possuem animais e plantas em casa. Isso pode salvar vidas!

 

Lírios

As plantas da família dos Lírios (Lilium spp.) são consideradas altamente tóxicos para os gatos. Mesmo a ingestão de pequenas quantidades da planta pode causar danos renais graves.

Maconha

A ingestão de Cannabis sativa por animais de companhia pode resultar em depressão do sistema nervoso central e problemas de coordenação, tais como vômitos, diarreia, salivação, aumento da frequência cardíaca e até convulsões e coma

Palmeira Sagu ou Sagu-de-jardim

Todas as partes da planta “Cycas Revoluta” são extremamente venenosas, porém as sementes ou “nozes” contêm a maior quantidade de toxina. A ingestão de apenas uma ou duas sementes pode resultar em efeitos muito graves, que incluem vômitos, diarreia, depressão, convulsões e insuficiência hepática.

Tulipa

As porções do bulbo da Tulipa (Narcissus spp.) contêm toxinas que podem causar intensa irritação gastrointestinal, salivação, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central, convulsões e alterações cardíacas.

Azáleas

Plantas da família das Azaléas (Rhododenron spp.)  contêm substâncias conhecidas como grayantoxinas, que podem gerar vômito, salivação, diarreia, fraqueza e depressão do sistema nervoso central em animais. O envenenamento por azaléa pode ser grave e pode induzir ao coma e morte por colapso cardiovascular.

Oleandro

Todas as partes do Oleandro (Nerium spp) são consideradas tóxicas, pois possuem glicosídeos cardíacos que têm o potencial de causar efeitos graves no coração, e também irritação do trato gastrointestinal, arritmias, hipotermia e até morte.

Mamona

O composto venenoso da Mamona (Ricinus communis) é a ricina, uma proteína altamente tóxica que pode causar fortes dores abdominais, salivação, vômito, diarreia, sede excessiva, fraqueza e perda de apetite. Casos graves de envenenamento podem resultar em desidratação, espasmos musculares, tremores, convulsões, coma e até morte.

Ciclame

As espécies da planta Ciclame, contêm ciclamina, mas a concentração mais alta desse componente tóxico está normalmente localizada na porção da raiz da planta. Se consumido, a ciclamina pode causar séria irritação gastrointestinal, incluindo vômitos intensos. Existem alguns casos que resultaram em mortes por conta da ingestão em grande quantidade.

Kalanchoe

Esta planta é muito vendida em floriculturas, mas possuem componentes que podem produzir irritação gastrointestinal, tais como algumas substâncias que são tóxicas para o coração, e ainda podem afetar seriamente o ritmo e a frequência cardíaca.

Teixo

A planta da espécie Taxus spp. possui um componente tóxico conhecido como taxina, que causa efeitos no sistema nervoso central, como tremores, problemas de coordenação e dificuldade para respirar. Também pode causar irritação gastrointestinal séria e até insuficiência cardíaca, que pode resultar em morte.

Amarílis

Estas plantas muito comuns em jardins, são bem populares na época da Páscoa, mas contêm toxinas que podem causar vômitos, depressão, diarreia, dor abdominal, hipersalivação, anorexia e tremores.

Açafrão de outono

Esta planta (Colchicum autumnale) é extremamente tóxica para pessoas e animais, e se ingerida pode causar irritação oral, vômito com sangue, diarreia, choque, danos a múltiplos órgãos e supressão da medula óssea.

Crisântemo

Essas flores bastante populares fazem parte da família Compositae, que contêm piretrinas. Se ingeridas, podem causar distúrbios gastrointestinais, incluindo salivação, vômito e diarreia. Em certos casos, se o animal ingerir uma grande quantidade pode haver depressão e perda de coordenação.

Ivy Inglesa ou Hera Inglesa

Esta planta, também conhecida como Hedera helix, contêm substâncias camadas saponinas que, se ingeridas por animais de estimação, podem resultar em vômitos, dor abdominal, hipersalivação e diarreia.

Lírio da paz

Esta planta (Spathiphyllum) contêm cristais de oxalato de cálcio que podem causar irritação oral, salivação excessiva, vômitos, dificuldade em engolir, queimação intensa e irritação nas mucosas da boca, lábios e língua quando ingeridas pelos animais.

Jiboia ou hera-do-diabo

Esta planta (Epipremnum aureum) conhecida é da família das Araceae.

Se mastigada ou ingerida, esta planta doméstica bastante popular pode causar séria irritação e inchaço das mucosas orais e de outras partes do trato gastrointestinal.

Cheflera-pequena Ou Schefflera

Esta planta possui cristais de oxalato de cálcio que podem causar irritação oral, salivação excessiva, vômitos, dificuldade em engolir e queimação intensa e irritação da boca, lábios e nas línguas.

Se você tem estas plantas em casa, certifique-se de que elas estejam em um local que o animal não tenha acesso ou procure substituía-las por outras plantas que não sejam tóxicas.

Se o seu animal ingerir qualquer quantidade de uma destas plantas, contate seu médico veterinário imediatamente ou leve-o na clínica veterinária mais próxima, e não se esqueça de levar uma foto da planta.

Lembre-se – prevenir é sempre o melhor remédio. Não deixe essas plantas ao alcance de seu animal!

Texto: Rosangela Gebara – Veterinária e Gerente de Projetos da AMPARA Animal.