Blog

Proteja seu pet nos dias de calor

Por Tatiana Beserra

Assim como nós sofremos muito com o calor, os animais também sofrem. Estamos chegando na época do ano que tem as temperaturas mais altas, então fique atento à saúde do seu pet, principalmente durante os passeios ao ar livre.

Para nós, humanos, além da ingestão de muitos líquidos, utilizar roupas leves, sapatos confortáveis e abertos podem ajudar a nos refrescar e são indicados para dias mais quentes. No caso dos animais, nas estações com temperaturas mais quentes, como a primavera e o verão, os animais podem sofrer demais, pois a camada de pêlos que eles têm, aumenta a sensação de calor, podendo prejudicar a saúde dos nossos pets.

Muitas doenças estão associadas ao calor excessivo que os nossos amigos estão submetidos, como queimaduras, desidratação, dermatites e desconfortos gastrointestinais.
Além disso, pulgas e carrapatos se reproduzem rapidamente em altas temperaturas e basta somente um passeio sem proteção para que a proliferação comece.

Dicas e cuidados:

  • Deixe sempre bastante água fresca, limpa e abundante para que seu pet possa se refrescar;

  • A água precisa estar em um local que tenha sombra, que fique longe do sol e da chuva;

  • Fique atento aos horários para passear com os cães. Assim como nós temos horários específicos para tomar um banho de sol, os cães também. O ideal é sair com seu cãozinho antes das 10h e após as 17h;

  • Ofereça rações úmidas para seu cão ou gato para ajudar na hidratação deles. Se preferir, deixe o sachê na geladeira para que eles se refresquem mais ainda;

  • Para cães braquicefálicos (como Pug, Bulldog, Shi Tzu), o cuidado deve ser redobrado, pois o risco de doenças relacionadas ao calor é maior, já que eles têm o focinho achatado, aumentando a dificuldade em respirar;

  • Vai sair de carro? Evite deixar seu cão dentro do carro em dias de calor, pois isso provocará insolação, que pode causar até a morte do animal;

  • Para cães e gatos muito peludos, faça uma tosa para manter o pêlo mais curto, refrescando seu pet durante o verão;

  • Cuidado com o sobrepeso e alimentação excessiva, pois isso aumentará a gordura corporal do pet, provocando ainda mais calor no seu amigo;

  • Passear com seu cão quando o sol está a pino poderá provocar queimaduras sérias nas patinhas e deixá-las, inclusive, em carne viva ;

  • Para cães de pêlos curtos ou claros, aplique protetor solar antes do passeio;

  • Prefira focinheiras mais abertas, caso elas sejam obrigatórias em parques ou se o seu pet é mais agressivo;

  • Cuidado com cães que gostam de se refrescar em piscinas e fontes. Fique atento caso eles pulem na água e ajude a retirá-los para evitar afogamentos.

PONTOS DE ATENÇÃO!
Fique atento a alguns sintomas que apontam que o seu pet está sofrendo de calor excessivo. Note se seu cão está ofegante demais e com a respiração difícil, com vômitos ou diarréia, andar cambaleante ou excesso de salivação. Em gatos, os sinais são quase os mesmos, incluindo ficar de boca aberta por muito tempo, apresentar fraqueza e se lamber demais, indicando que ele está tentando se refrescar.

Não deixe o seu amigo sofrendo por causa do calor, procure refrescá-lo constantemente para que ele possa curtir um verão saudável junto com você.