Ampara Animais Silvestres - Melhores ONGs

Blog

NOTA DE REPÚDIO (CASO MACACO ERON)
By: Amanda
abr 30, 2020

Quem acompanha o trabalho da AMPARA Animal sabe o quanto lutamos pelos direitos dos animais – sejam eles pets ou silvestres. Boa parte desta luta é dedicada à ensinar as pessoas que silvestre não é pet. Silvestre não deve ser comercializado. Silvestre não deve viver na casa de ninguém, tampouco ser humanizado ou explorado de qualquer maneira.

Em meio à essa luta constante nos deparamos com o caso dos Irmãos Berti, que têm em casa um macaco prego chamado Eron. O pobre Eron usa fralda e é tratado como um bebê. Seus direitos não são respeitados, sua liberdade foi tolhida e, hoje, ele vive numa “mansão” com os youtubers/blogueiros/cantores que se esqueceram que animais têm direitos e que nem tudo deve ser comprado, mesmo que o dinheiro deles possa pagar.

Lucas Berti é um youtuber e cantor brasileiro, dono do canal Irmãos Berti, junto com o irmão mais velho Bruno Berti. O canal possui quase 8 milhões de inscritos. O número de seguidores de Bruno no Instagram é de mais de 2,5 milhões e, de Lucas, já passa de 2,2 milhões. Imaginem só, quantas pessoas serão influenciadas por eles e também passarão a desejar ter um macaco como este. Pessoas que muitas vezes poderão adquiri-los em comércios ilegais, que criminosamente os sequestram da vida livre. Situação essa que agrava e muito o que já é lamentável.

É desanimador ver que dois fenômenos digitais, com tanto acesso à informação, caminhem em direção contrária aos avanços dos direitos dos animais e exponham este ser indefeso à uma  realidade antinatural que lhe foi imposta. 

Além do macaco Eron, os irmãos Berti ganharam dois porcos de presente da prima Vitória Emanuela. Os porquinhos tinham apenas 30 dias quando chegaram à casa dos cantores. Eles usam COLEIRA PEITORAL e, assim como Eron, são tratados como humanos. E como objetos também, se lembrarmos que foram dados de presentes.

Gostaríamos de ressaltar mais uma vez que um animal silvestre não nasce para viver sua vida em cárcere privado. É seu direito ter acesso ao seu habitat natural. Seus instintos precisam ser preservados. Seu comportamento natural deve ser reconhecido e respeitado. 

Se você admira os animais silvestres, respeite-os. Ter uma condição financeira favorável não dá o direito a ninguém de colecionar animais. O lugar deles é e sempre será na natureza.