Ampara Animais Silvestres - Melhores ONGs

Blog

NOTA DE ESCLARECIMENTO: LISTA PET

A AMPARA Silvestre acredita e defende que lugar de animal silvestre é na natureza!

Não é de hoje que promovemos conteúdos e reforçamos mensagens para evidenciar e conscientizar a população através da campanha “Silvestre Não É Pet”.

No Brasil, desde 1967, é permitida a venda de animais silvestres, dependendo apenas do interesse de um criador e da autorização de um técnico do órgão ambiental.

Esse processo de exploração tem se intensificado nos últimos anos com a discussão da Lista Pet. Vale destacar que embora não haja uma Lista Pet Federal, hoje já existem 3 estados com suas próprias listas definidas sem critérios ou discussões democráticas. Além destas listas estaduais, mais de 200 espécies silvestres são comercializadas no Brasil, ou seja, estamos falando de um mercado, infelizmente, existente e já consolidado.

Frente a forte pressão política e de setores que querem expandir esse mercado, as discussões da Lista Pet se direcionaram para um caminho nebuloso, ao ponto da própria existência de uma lista ter sido questionada – ou seja, a possibilidade de se vender qualquer espécie animal.

Diante desse perigoso caminho envolvendo as discussões da Lista Pet, com destaque para a exclusão de critérios de bem-estar animal, a AMPARA Silvestre decidiu atuar de forma mais direta nessa luta.

Nossa batalha será sempre pela LISTA ZERO, por um mundo onde os animais vivam longe de gaiolas e da comercialização, mas, neste momento, é necessário sermos pragmáticos.

A verdade é que uma Lista Pet será editada aceitemos, ou não. Então, de imediato, precisamos tentar salvar o máximo de espécies possíveis e garantir àquelas que forem inseridas na lista o máximo de bem-estar.

Esta é uma visão imediata pensando nos animais que entrarão na lista sem perder a meta de médio e longo prazo por “jaulas vazias, e não, jaulas maiores.”

A luta para excluir o maior número de espécies desse mercado, além de trazer critérios que coloquem o bem-estar dos animais como pontos indispensáveis desse processo, não nos afasta do principal objetivo. Essa decisão não altera nossa visão sobre o papel e o lugar da fauna silvestre, tão pouco vamos deixar de educar e lutar para um mundo sem gaiolas.

Precisamos ser realistas. Se não agirmos de forma estratégica, com argumentos técnicos e políticos nesse momento, as consequências para milhares de animais, assim como para a conservação da biodiversidade do Brasil, será imensurável.

Seguiremos lutando e apoiando o PL 4.705/2020 que visa exterminar esse comércio de uma vez por todas! Este é o caminho, pelo comércio zero. Aí sim, a lista Pet ZERO.

É hora de unirmos forças, dedicarmos nossas energias para lutarmos juntos por um mesmo propósito, entendendo que cada batalha vencida é um passo para uma vitória em prol da causa animal. Continuaremos a lutar pela lista zero, pelo comércio zero, mas dizer que não vamos discutir, certamente, não salvará nenhum animal. E para nós, da AMPARA, TODA VIDA ANIMAL IMPORTA.