Ampara Animais Silvestres - Melhores ONGs

Blog

Cuidados com o calor

Jamais deixe seu pet sozinho dentro do carro. 

Estudos mostram que a temperatura no interior do veículo aumenta 80% em um período de apenas 30 minutos. Ou seja, se estiver fazendo 35ºC na rua, dentro do carro, em meia hora, a temperatura pode chegar perto de 80ºC. E não adianta deixar uma fresta do vidro aberta.

Assim, como nós, cães e gatos são sensíveis a mudanças climáticas. Em casos de excessos de calor, cachorros podem apresentar uma respiração acelerada, hipersalivação com saliva espessa, ficar com as mucosas de coloração vermelho escura, ter tremores musculares, vômitos, diarreia, falta de coordenação motora, chegando a perder a consciência, desmaiar e convulsionar.

Para se livrar do mal estar, o animal pode ficar agitado e ansioso, correndo o risco de entrar em colapso.

O ar-condicionado também não é uma boa opção pois, para funcionar, você terá que deixar o carro ligado, o que pode ser bem perigoso com o pet solto dentro do automóvel.

Se você presenciar uma situação como esta, retire imediatamente o animal do veículo – mesmo que para isso seja necessário quebrar os vidros do carro. Leve o cãozinho para um local fresco, molhe seu pescoço e patas com água (não utilize gelo). Ofereça bastante água fresca para o animal.

Importante: não tente dar água ao animal caso ele esteja desacordado! Corra imediatamente para o veterinário mais próximo!

Evite sair de casa em horários quentes. Faça passeios com seu amigo no início da manhã ou final da tarde, quando a temperatura está mais fresca. Em dias de calor, nos horários mais quentes, o animalzinho estará mais seguro e confortavél em casa.

Seja responsável com seu amigo!