Blog

Adotado aos vinte anos gato demonstra que carinho não tem idade
By: Carolina Ferraz
jan 6, 2015

BLOG_dexter1

Por Marli Delucca

Dexter, um gato hiper sênior teve finalmente a oportunidade de dar todo o carinho para a família que ele sempre mereceu. Depois de viver anos à espera de adoção em um abrigo de animais, o felino está comprovando que os idosos são muitas vezes os melhores animais para toda e qualquer idade. “Eu amo muito este gato, e eu nunca tive um gato!”, disse Jill Williams.
Quando a família Williams decidiu que poderia adotar um gato, eles tinham muitas opções. Uma deles era um filhote, muito saudável, com impressionantes olhos cor de caramelo. Em uma família composta por duas crianças e três cães, ela estava procurando por um gato amigável, tolerante, e que poderia facilmente se adaptar à sua casa.
Vários outros filhotes de gatos também se adaptariam ao seu lar, mas Jill não pode ignorar o gato que se enrolou em suas pernas, miando alto e insistente. O gato com 20 anos de idade, com peso abaixo do normal e com o pelo áspero; uma combinação da idade e de má nutrição, era Dexter. E para finalizar ele também tem um sopro no coração bastante significativo.

BLOG_dexter-2

Claro, que ela não sabia como seu marido, Steve, e seus dois meninos – Harry, de sete anos , e JJ de cinco anos de idade (que desde que nasceu sonhava em ter um gato) – reagiriam sobre cuidar de um gato hiper sênior.
E ela também não tinha certeza se Dexter se adaptaria a dois meninos animados, especialmente com a sua frágil saúde. Mas ela sabia que os gatos mais jovens iriam ser adotados rapidamente, e que Dexter era tão merecedor de um lar e capaz de dar carinho e amor. Mas ninguém poderia suspeitar o quanto de amor que ele tinha para dar.
Jill explicou às crianças que Dexter estaria voltando para casa com eles, mas que eles precisavam ser calmos, gentis e pacientes. A partir do momento em que Dexter chegou em sua nova casa, tudo o que ele quis foi acariciar e abraçar os meninos. E eles não poderiam estar mais felizes. Dexter agora passa seus dias com seus novos melhores amigos, especialmente JJ, que inclusive ajuda a alimentá-lo. Mesmo quando as crianças estão brincando ativamente, Dexter não foge. Ele está bem ali no centro de tudo. Ele se deita no chão ao lado deles, e abana sua cauda como se fosse um cão. Ou, então ele se senta com a cabeça no colo dos garotos enquanto eles brincam.
Mas o passatempo favorito de todos é abraçar e se aconchegar. Dexter é hiper-carinhoso. Ele sempre dá um jeito de se enroscar para ficar em seus braços, ou então esfrega sua cabeça ou seu corpo inteiro contra eles por horas. É nessa hora que ele está mais feliz, quando ele está sendo acariciado e abraçado. Dexter também conquistou os cães da família e demonstra isso se enroscando neles também.

Veja o vídeo
https://www.youtube.com/watch?v=gTIMFPAcfx4

Fonte: Anda – Agência de notícias de direitos animais