Ampara Animais Silvestres - Melhores ONGs

Blog

Acupuntura veterinária e seu uso na reabilitação de cães e gatos
By: Amanda
abr 8, 2020

Entenda como esta técnica  da medicina tradicional chinesa pode beneficiar a saúde dos animais de estimação.

Por M.V. Esp. Ricardo S. Lopes

Apesar de hoje ser amplamente difundido como um tratamento para seres humanos, em um primeiro momento, a acupuntura era utilizada em cavalos. Animais que sempre desempenharam papéis importantes nas guerras e na agricultura chinesa.

Entretanto, com o passar dos anos, a técnica evoluiu e passou a ser empregada em outros animais e no ser humano.

Por se tratar de um recurso livre de contraindicações e extremamente benéfico para a saúde dos animais, fiquei muito feliz em poder falar sobre o seu uso na veterinária.

Quais são os efeitos da acupuntura no organismo?

A acupuntura veterinária consiste na busca por restabelecer o equilíbrio do corpo. Dentre os benefícios desta técnica podemos citar: o estímulo no fluxo sanguíneo, fortalecimento do sistema imunológico, aumento da produção de neurotransmissores e de neuro-hormônios, alívio da dor e da inflamação e, em alguns casos recuperação motora.

Este tratamento consiste na inserção de agulhas em acupontos pré-estabelecidos no corpo do animal. A escolha dos pontos de tratamento é muito importante, porque são estes pontos que determinam quais partes do corpo afetadas serão afetadas.

Acupontos na área de acupuntura veterinária

Os pontos de acupuntura são partes específicas do organismo que, quando estimuladas de forma correta, são capazes de liberar um fluxo de energia acumulada. Estes acupontos estão espalhados pelo corpo na forma de terminações nervosas, fibras musculares, tendões, ligamentos e articulações.

Até o momento, a medicina veterinária reconhece 32 pontos simples e 40 pontos bilaterais que podem ser usados tanto em animais domésticos como em animais silvestres.

É importante lembrar que cada um destes acupontos possui uma ou mais funções quando é estimulado.

Ou seja, é muito importante que as sessões sejam realizadas por um profissional capacitado, com grande domínio da espécie a ser tratada. Apenas assim é possível alcançar reabilitação animal completa e sem recaídas

Os acupontos, por exemplo, devem ser selecionados segundo com a constituição física e a doença apresentada pelo paciente.

O estímulo incorreto dos pontos de acupuntura pode aumentar a intensidade dos sintomas por até 48 horas. Ou, em alguns casos, promover apenas uma melhora parcial do quadro clínico do animal.

Métodos de estímulos dos pontos de acupuntura

Os pontos de acupuntura podem ser estimulados através de diversas técnicas como eletroacupuntura, acuinjeção (aplicação de medicamentos nos pontos), laserpuntura, moxabustão, massagens, ventosas e outros.

Acupuntura em cães e gatos

Muitas vezes, a acupuntura é utilizada como um recurso complementar da fisioterapia veterinária. Ela age principalmente no alívio de dores decorrentes de problemas como hérnia de disco, displasia coxofemoral e na recuperação de membros paralisados.

A acupuntura é uma ótima opção porque, além de eficaz é livre de contra indicações. O que não acontece com alguns fármacos que podem ter restrições quanto a quantidade ingerida e condições físicas prévias do animal.

Outro benefício do uso regular da acupuntura em bichos de estimação é na ação preventiva. Isso ocorre porque ela permite que algumas doenças sejam diagnosticadas ainda em sua fase inicial.

Acupuntura para cães com paralisia

Para muitos cãezinhos com algum tipo de paralisia a acupuntura é uma chance para recuperar os movimentos e voltar a andar.

Para esses pets a acupuntura funciona da seguinte forma:

primeiro o veterinário faz o diagnóstico do caso e define a abordagem do tratamento e quantas sessões serão necessárias.

Já nas sessões, o veterinário fisioterapeuta estimula a neuroatividade através da inserção de agulhas em acupontos estratégicos. Isso porque, em casos de paralisia é muito comum que o cão acumule muita energia em alguns pontos específicos. E, através da acupuntura, é possível liberar esta carga.

Com o passar do tempo, e com a ajuda de tratamentos auxiliares é possível recuperar o sistema nervoso do cão com paralisia. Restabelecendo progressivamente os movimentos e a força do animal.

M.V. Esp. Ricardo S. Lopes é Médico Veterinário pela Universidade de São Paulo. É fundador e responsável pela Fisio Care Pet e Pet Fisio.